Image Map

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Não vá dizer que não te avisei.


Quando eu estiver na próxima estação, não vá dizer que não te avisei de todas as coisas que aconteceram na minha vida. Porque é sempre assim, eu mostro tudo o que acontece mas você não vê. Você só vê o que é conveniente pra você, você só sabe do seu mundo e o meu pouco te importa.
Mas o que importa mesmo é que eu me importe com o seu. Que as nossas conversas e os nossos roteiros girem em torno da sua necessidade, das suas verdades. Que todos os dias eu te pergunte se tudo está bem mesmo sabendo que você vai reclamar de alguma coisa e desaparecer antes que eu possa reclamar ou te contar algo bom sobre mim.
E que na verdade todas as pessoas que pouco me importam se importam com o que eu digo e você não. Esse é o pra sempre de tudo isso. Pra sempre eu ouvindo, pra sempre eu estando aqui. Mas não dá pra esperar nada mais do que isso "tudo"...
Sou sempre eu mesma que escuto que não te avisei de nada, que podia ter contado isso ou aquilo antes de você descobrir de outra forma. Mas eu podia mesmo? Tem certeza?
Não é que isso me faça mal - na verdade eu já estou bem acostumada - mas não é também que não machuque.

- Na hora de estar no meu lugar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário